Existem tantas moradas no reino do Senhor

Há um caminho de pedras e espinhos
Há um caminho tortuoso de tormentas e transtornos
De dor e desconsolos, difícil de seguir
Há um horizonte frio, sombrio ao mesmo tempo árido e hostil
Se firmando irreversível
Sem solução a curto, médio, longo prazo
Ou qualquer prazo previsível
Não há solução pacifica, tecnologias especificas
Capazes de salvar a Terra e as nações
Da fome, da miséria, da guerra, e das convulsões
Há um mundo de intrigas crescendo ao redor
Mundo de ratos e cobras em briga
Onde vence o pior
Onde se vê a falsidade escondida em sorrisos
Onde um dia se pensou ter encontrado amigos
Há um mundo de intrigas e maldades evidentes
Intrigas secretas entre as potencias sob a calma aparente
Estratégias para abocanhar o mercado mundial
Dominar a opinião publica
Ou simplesmente eliminar o que dizem ser o mal
Ou seja lá quem for que quiser se opor
Falsos estados que concentram o poder e a riqueza em poucas mãos
Falsos por não defender nem garantir direitos aos seus cidadãos
Forjando guerras absurdas, desnecessárias
Revoluções descartáveis, mercenárias
Assim ruiu o sistema comunista, materialista e ateu
Por não conhecer, não temer e nem se ater à lei de Deus
Assim ruirá o capitalismo selvagem e toda iniqüidade
Até que se chegue a verdade, ainda que seja tarde
A estupidez de muitos não os deixa ver
A ganância inútil por margens de lucro, por fatias no poder
Não os deixa ver que todo mundo
Pequeno e precioso mundo
Está por se perder
Não se verá sinais de paz, nem mais a mais fugaz das alegrias
Não se verá jorrar o leite e o mel
Na travessia destes dias de inquietude e insônia
Apenas os tristes rios, tristes rios tardios da Babilônia
Rios de lágrimas e sangue rolarão
Quantos estiveram vivos, cedo se arrependerão
Não terão visto que está vida é só um segundo
Não valerá chorar a pena de um mundo
Que é só um grão perdido na imensidão
Há outras tantas paragens no universo
Outras dimensões, realidades
Mundos mais diversos
Sois maiores e menores
Planetas com tantas luas
Uma, quatro, cinco, três ou até duas
Imagens inimagináveis de esplendor
Existem tantas moradas no reino do Senhor

Tribo de Jah (comp. Fauzi Beydoun).

Anúncios

0 Responses to “Existem tantas moradas no reino do Senhor”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




FAS Agenda

agosto 2010
D S T Q Q S S
« jul   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Categorias


%d blogueiros gostam disto: